A escola atual precisa se reinventar. Trabalhar com blocos disciplinares, fragmentando ou confundindo o conhecimento com acúmulo de informações, não parece um caminho coerente com as exigências do século XXI para alunos e professores. Segundo Educardo Chaves, no artigo Educação orientada para competências e currículo centrado em problemas, uma educação orientada para competências deve desenvolver, em continuidade com a competência e habilidade que o aprendente vinha desenvolvendo, competências na absorção, transmissão, análise e acesso à informação, competência epistemológica, ética e estética, na compreensão leitora, no relacionamento interpessoal e no plano pessoal, além da competência de gerenciar a própria vida ao longo de suas diferentes fases.
 
As habilidades exigidas para a construção de uma competência variam de acordo com o contexto social e histórico, econômico e educacional de cada pessoa envolvida nos processos de ensinar e aprender, dentro e fora da escola. As exigências de nosso século não são nada simples para educadores e alunos. Devido às exigências que nos são impostas, é possível inferir que só a absorção de informações não constrói conhecimento. Daí porque a escola de hoje não está conseguindo contribuir tanto quanto deveria para a formação de pesquisadores, de profissionais, de pessoas, enfim, mais felizes. Enquanto distanciar-se das exigências de seu tempo e demorar para se reinventar, essa escola será reprodutora de abismos sociais e os sujeitos mais ligados a ela, educadores e alunos, exercerão dentro da escola, práticas sem sentido , ao tempo em que terão dificuldade de dar conta das competências impostas pela Sociedade do Conhecimento.
 
O trabalho a partir de projetos inovadores pode ajudar os sujeitos, na escola, a redimensionar práticas e teorias que passem a fazer mais sentido e que contribuam, de fato, para a formação de competências importantes que nos são exigidas, sobretudo, fora da escola. Um projeto inovador busca desenvolver competências melhor visualizadas na maior ou menor habilidade de o sujeito lidar com o problema que precisa solucionar. Este projeto buscará transformar uma dada realidade, sempre para melhor.